Censurado

23795733_2053499494881523_2761204459989363080_n-e1513705178333
Rio de Janeiro, 10 de Setembro de 2019.

Pai,
a censura te incomodou muito né?
Não só você, mas todos os outros jornalistas, e artistas na época da ditadura.
A gente sabe que ela nunca foi embora totalmente. Ela sempre existiu dentro das redações. Mesmo depois do fim do regime militar, ainda havia a censura interna, esta nunca acabou!
Mas a censura do estado já vinha dando as caras já tem um tempinho.

Começou com a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, e a demissão do jornalista Caio Barbosa, as duas em 2017.
Depois eles acalmaram no ano de eleições, pra não assustar.
Mas agora, resolveram escancarar, pai.
O prefeito do Rio, o mesmo que mandou o jornal demitir o Caio, resolveu tentar apreender revistas em quadrinhos na Bienal.
Esta parte, de censurar quadrinhos você conhece muito bem. O Pasquim sofreu muito com isso!
O prefeito de São Paulo, também resolveu dar uma de censor, e mandou recolher apostilas de escolas, mas assim como aqui no Rio, a justiça resolveu finalmente, defender as leis, impedindo os recolhimentos.
Quando a gente fica surpreso, em ver a justiça fazendo justiça, é porque a coisa tá feia.
É triste ver a censura oficial, voltando deste jeito.
Triste ver um filho do presidente, insinuando mais uma vez a vontade de reeditar uma ditadura, coisa que essa família sempre idolatrou. Ditaduras, torturas, censuras…
Chega de censura!
Tortura nunca mais!
Abaixo a Ditadura!
Quero a democracia de volta!
Um beijo do seu filho,
Ivan
censurado ok

Um comentário em “Censurado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s